...

...

Meus ricos filhos, a mãe não é doida embora às vezes ande lá perto

Não sei se foi porque hoje choveu, o que me põe sempre de telha.
Não sei se foi porque constatei que depois de amanhã a hora vai mudar e vamos passar a viver em horário de Inverno, o que me põe anda com uma telha maior...e mais duradoura.
Não sei se é porque tenho trabalho de uma semana para fazer num dia.
Não sei.
Só sei que hoje tive tolerância menos cinco para os meus filhos e berrei como se não houvesse amanha. Não que eles se tenham portado especialmente bem mas a verdade é que também não fizeram nada de assim tão grave e não se portaram assim tão mal....
Depois de os deitar, aos berros claro está (porque tiveram a infeliz ideia de, enquanto eu estava ao telefone e, portanto, sem lhes ligar nenhuma, porem a sala como se tivesse sido trespassada por um furacão), lá fiquei a matutar e a remoer e conclui que se ser mãe e pai das crianças de hoje não é fácil, ser filho das mães e dos pais de hoje também não é pêra doce.
E ser meu filho não deve ser de facto um osso fácil de roer, pois em menos de um quê lá começo eu aos berros. Palpita-me que este meu stress, acompanhado das gritarias muitas vezes completamente despropositadas e desproporcionais face à "infracção" causa nas crianças um stress que não lhes fará lá muito bem.... Será que eles acham que eu sou doida? Será que eles pensam que me está a dar uma coisita má? Será que ficam a remoer na coisa?
Não sei, mas sei que tenho que começar a mudar isto em mim, pois até a mim me irrito, até eu tenho dificuldade em me compreender quanto mais eles....

Amanhã logo pela manhã vou dar-lhes um beijo e um abraço especialmente enormes e iniciar uma terapia individual, solitária e intrinseca para moderar os efeitos externos das minhas neuras e do meu stress. Prometo. Nem que tenha que recorrer aos drunfos...
Desculpem filhos.

3 comentários:

  1. Ana Vilela14:54

    Se te servir de algum alívio.... a hora só muda dia 27 de Outubro :) Goza mais umas horinhas de sol, que sempre ajudam a recarregar baterias, nem que seja para BERRAR! :):):)

    ResponderEliminar
  2. Margarida, amanhã começa umas aulas de meditação, não queres vir?

    ResponderEliminar