...

...

Ele há maneiras mais agradáveis ...

A cria mais velha da mags fez anos na segunda feira. E como acontece todos os anos, reunem-se familiares e amigos cá no palacete da mags para celebrar mais um aniversario do petiz. É como que um misto de aniversario e pré-reveillon, na verdade.

Pois que a mags, que faz sempre tudo à ultima da hora, lembrou-se às 8 da noite que não tinha champagne no frio e toca de enfiar uma garrafa no congelador. E a pobre aí permaneceu até hoje, que a mags nunca mais se lembrou dela (por acaso ate se lembrou mas estava deitada e não lhe apeteceu sair do aconchego e depois voltou a esquecer-se).
Pois como eu estava dizendo,  a mags voltou a lembrar-se da puta da garrafa hoje, primeiro dia do novo ano, e resolveu ir tirá-la do congelador. Quando abriu o dito, e como era de esperar, a puta da garrafa tinha rebentado e a ATRASADA aqui da mags resolveu tirar os cacos, sem luvas nem pano nem o caraito. Resultado? A mags cortou um dedo, tem um lanho de valor no anelar da mão direita, deitou sangue suficiente para alimemtar uma familia de vampiros durante uns dias ou mesmo semanas, teve dores horriveis ao desinfectar o lanho, disse palavrões inadmissiveis a uma senhora durante o processo da desinfecção e está com um trambolho no dedo.

Ele há maneiras mais agradáveis de começar o ano, digo eu.

P-U-T-A-D-A-G-A-R-R-A-F-A.

2 comentários:

  1. Não foste a primeira, nem serás a última! Bom ano!

    ResponderEliminar
  2. Obrigada, bom ano e bem vinda de volta!

    ResponderEliminar